SERMÃO DA CELEBRAÇÃO LITÚRGICA DE 21 DE JUNHO DE 2020

Mais
2 semanas 5 dias atrás - 2 semanas 5 dias atrás #807 por Henry Mompean Orleans-Grimaldi (jonfonpa)
Palavras de Abertura

Saúdo aos queridos irmãos com a Paz do Senhor Jesus Cristo, é motivo de grande alegria mais uma vez nos reunirmos para cultuar a Deus.
Elevemos nossas vozes para louvar e engrandecer o nome do Senhor. Convido a todos para louvarmos ao Senhor com o hino Há Um Canto Novo.


Louvor

Na batalha contra o mal, sê valente!
Segue em marcha triunfal, sê valente!
Olha o alvo que é Jesus
Que à vitória te conduz
Ó não deixes tua cruz
Sê valente!

Sê valente! Pelejando por Jesus
Sê valente! Nunca rejeitando a cruz!
Firme sempre no amor
Com indômito valor
Cheio do Consolador
Sê valente!

Se o maligno te enfrentar, sê valente!
Lutarás sem recuar, se valente!
Seja aqui, ou onde for
Escudado no Senhor
Mostrarás o teu valor
Sê valente!

Sê valente! Pelejando por Jesus
Sê valente! Nunca rejeitando a cruz!
Firme sempre no amor
Com indômito valor
Cheio do Consolador
Sê valente!

Com altruísmo, com poder, sê valente!
Franco, sem o mal temer, sê valente!
Aos caídos em redor
Manifesta-lhes o amor
E serás um vencedor
Sê valente!

Sê valente! Pelejando por Jesus
Sê valente! Nunca rejeitando a cruz!
Firme sempre no amor
Com indômito valor
Cheio do Consolador
Sê valente!

O Evangelho a proclamar, sê valente!
No Brasil, em terra ou mar, sê valente!
Tua vida enobrecer!
Sempre com Jesus viver
E a ti também vencer
Sê valente!

Sê valente! Pelejando por Jesus
Sê valente! Nunca rejeitando a cruz!
Firme sempre no amor
Com indômito valor
Cheio do Consolador
Sê valente!


Pregação


Sermão do dia: Cristo é nosso advogado

Numa breve meditação na Palavra de Deus, convido todos a abrirem suas bíblias no evangelho segundo João, no seu capítulo de número 3, versículos 19 e 20

“E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas.”


Querida congregação,

Gostaria de hoje começar com um importante questionamento: quem é Jesus para você? É Deus que se fez homem, habitou entre nós, morreu na cruz do calvário pelos nossos pecados? Pode parecer um questionamento estranho, mas há hoje uma grande confusão.

A cultura secular quer pintar um Jesus zen, que aceita qualquer coisa, qualquer prática de vida e amor. Contudo ao ler os evangelhos e nos depararmos com o testemunho e o ensino de Cristo, não é isso o que vemos. Jesus sempre ofereceu misericórdia, mas não comungava com hipocrisia e a prática contumaz do pecado.

Deus é amor, mas também é juízo, isto é evidente ao longo das escrituras. Em João 3.16 nos deparamos com a maior declaração de amor por Deus para a humanidade. O sacrifício vicário de Cristo nos redimiu de nossos pecados e nos salvou. Contudo isto não quer dizer que Deus passou a comungar com o pecado.

Ao analisarmos o texto de João 3, percebemos que são descritos comportamentos comuns para o homem que se vê diante do poder do evangelho. O evangelho genuíno não é conforto para o homem natural, em sua natureza pecaminosa, mas a ação natural do Espírito Santo é conscientizar o homem do pecado, da justiça e do juízo, como vemos em João 16.8.

Logo a mensagem da cruz lança luz a natureza pecadora, corrompida e imperfeita dos homens e mulheres naturais e se não houver uma predisposição, ela ofende, irrita e leva a uma negação. Esta é uma atitude natural do homem pecador.

A questão principal é esta: o evangelho deve nos chocar, nos irritar, para nos tirar de nosso estado natural! O Jesus que a cultura secular quer criar, não gera transformação, por isso não é o verdadeiro Cristo. Mas o verdadeiro redentor não veio para chancelar nossa vida pecadora e distante do ideal de santidade da palavra de Deus.

Meu convite hoje é: aceite o evangelho genuíno e o Cristo que ele te apresenta, ainda que te irrite, te incomode de diversas formas, que condene a sua forma de viver, pois Deus não tem compromisso com nossos pecados. Aceite a Cristo como seu advogado, confesse a ele os seus pecados, busque nEle e na sua palavra verdadeira transformação de vida.

Se hoje Cristo não é seu advogado, saiba, amanhã Ele será seu juiz, pois o juízo ao findar da vida é inevitável e se você não é redimido pelo sangue de Jesus, seus pecados não estão perdoados e você infelizmente caminha a passos largos para a perdição eterna.

Jesus te ama, pagou o preço pelos meus e pelos seus pecados, você está disposto a aceitar ao verdadeiro Cristo? Pois se está, não se conformará em viver de qualquer forma, pois o Espírito Santo terá liberdade para transformar a sua vida!

Amém.
Oração

Senhor, tu és bom! Soberano sobre todas as coisas. Falho e pequenos somos, carentes da tua misericórdia. Reconhecemos o sacrifício que um dia tu fizeste por nós na cruz do calvário. Tu és o nosso salvador, o nosso advogado. Ajuda-nos a viver num caminho de santificação. Auxilia-nos para que não criemos um Cristo segundo a tua vontade, mas aceitemos a ti a tua palavra como tu és! É o que pedimos e já agradecemos, em nome de Jesus, amém.

Henry Mompean D’Orléans et Valois
Príncipe da França
Duque de Soissons
Conde de Mompean
Barão de Lille
Embaixador Francês
Comandante da Guarda Real Francesa
Secretário do Ministério da Relações Exteriores
Senador Real
Prefeito de Lille

Chanceler Oficial da Ordem da Mão de Ferro
Cavaleiro da S. Ordem Imperador Carlos Magno – S.O.I.C.M.
Medalha do Mérito da S. O. Militar Joana D´Arq – S.O.M.J.A.


Súdito da Coroa Francesa

Last edit: 2 semanas 5 dias atrás by Henry Mompean Orleans-Grimaldi (jonfonpa).

Por favor Acessar ou Registrar para participar da conversa.

Tempo para a criação da página:0.311 segundos
Powered by Fórum Kunena